PORTUGUÊS PORTUGUÊS MUDAR

NUTRIÇÃO DO GATO

 
bg

ARTIGOS

A NOSSA FILOSOFIA

Na Purina compreendemos o quanto o seu gato significa para SI, porque também nós somos donos de gatos.

Sabemos que cuidar de um animal de companhia que adoramos é uma responsabilidade, mas também uma alegria e acreditamos que todos os donos merecem o melhor apoio possível para proporcionarem ao seu animal de companhia todo o cuidado que ele quer e de que necessita.

Por isso, na Purina estamos comprometidos em fornecer-lhe as informações mais atuais e produtos especiais para o ajudar a manter o seu gato saudável e feliz. Trabalhamos continuamente com os nossos veterinários e especialistas em nutrição para aprofundar o conhecimento sobre as exigências nutricionais dos gatos de todas as idades, com o objetivo de ajudar os donos de gatos em todo o mundo.

A nossa experiência e investigação têm demonstrado que, com o alimento certo, PODE ver a diferença na saúde do seu gato semana após semana, para que POSSA continuar a desfrutar da sua companhia e afeto, hoje e nos anos que hão de vir.

Purina ONE®, Saúde Visível Hoje e Amanhã

Alimentar o seu Gatinho

Alimentar o seu Gatinho
Como pode ajudar a reforçar a sua saúde e crescimento?

O primeiro ano de vida do seu gatinho é crucial para uma vida plena de boa saúde. Durante esse período, ele cresce da primeira infância para o equivalente à infância e, depois, para a juventude. Pode ajudá-lo a acompanhar as elevadas exigências nutricionais do seu organismo com o alimento correto e com hábitos alimentares adequados.
O seu gatinho necessita de cerca do dobro da energia por quilo de peso corporal em comparação com os gatos de idade avançada. Por volta das 6-8 semanas de idade, deverá ter completado o desmame e estará já habituado a um alimento completo e equilibrado para gatinhos em crescimento. Deve ter sempre disponível água limpa e fresca.

Os alimentos secos humedecidos ou alimentos enlatados deixados à temperatura ambiente podem deteriorar-se, se ficarem fora da embalagem, durante várias horas. Para evitar esta situação, deve retirar e deitar fora o alimento que não tiver sido consumido, após uma hora. Pode ajudar a proteger o seu gatinho de distúrbios digestivos se introduzir quaisquer alterações à sua alimentação, gradualmente, durante um período de 7 a 10 dias.

Os gatinhos costumam comer de modo ocasional, uma vez que têm um grande número de pequenas refeições, ao longo do dia. Depois de consumir uma pequena quantidade de alimento, o gatinho vai embora e regressa com frequência para comer. Este comportamento não deve ser confundido com falta de vontade ou rejeição do alimento. Se esta recusa de alimento se prolongar e/ou o seu gatinho revelar sinais de doença, tais como apatia, diarreia, vómitos constantes, corrimentos oculares ou nasais, um esforço excessivo para urinar ou prisão de ventre, ou um comportamento invulgar de se esconder em locais escuros, deve consultar um veterinário.

A partir dos sete meses até um ano de idade, o estômago e o sistema digestivo do seu gato já estarão suficientemente desenvolvidos. Os gatinhos devem ser alimentados de acordo com as necessidades individuais, pelo que deve ajustar a quantidade de alimento de acordo com o nível de atividade e a condição corporal. Se o seu gato tiver excesso de peso, pode ajudar a evitar que ganhe mais peso em excesso, reduzindo a ingestão de alimento. Um veterinário pode ajudá-lo a avaliar a condição corporal do seu gato e, caso seja necessário, ajudá-lo a planear um programa de peso adequado.

Neste momento, está preparado para ajudar o seu gatinho a aproveitar ao máximo qualquer fase do primeiro ano de vida e preparar-se para uma vida longa e saudável juntos.

[Fonte: http://www.purinaone.com/pets/all/diet-and-nutrition]

Abrir diagrama

Alimentar o seu gato Adulto

Alimentar o seu gato Adulto
Como pode ajudar a manter a sua saúde
e bem-estar?

O seu gato adulto com um nível de atividade normal necessita de um alimento de manutenção. Pode ajudar a garantir que ele mantém uma saúde e vitalidade fortes, ao escolher um alimento completo e equilibrado de elevada qualidade, que seja formulado para gatos adultos ou gatos de todas as etapas de vida.

Os gatos devem ser alimentados de acordo com as necessidades individuais, sendo que os fatores que influenciam a quantidade de alimento necessária para uma boa condição corporal incluem o nível de atividade, a temperatura e o metabolismo. Pode ajudar a verificar se o corpo do seu gato está em boa condição, observando as seguintes três características:

  • O corpo dele é bem proporcionado
  • Tem uma cintura visível atrás das costelas
  • As costelas são facilmente palpáveis, com uma cobertura mínima de gordura 

Como os gatos tendem a petiscar ou a comer de forma ocasional devem ter o seu alimento disponível, durante todo o dia. Pode também ajudá-lo a manter-se bem hidratado, garantindo que está sempre disponível água limpa e fresca.

Habitualmente, o seu gato adulto necessita de um alimento com um maior nível de proteínas e um equilíbrio diferente de nutrientes do que os cães. Tal como os gatinhos, os gatos maduros necessitam de taurina adicionada ao seu alimento. Pode alimentar o seu gato com um alimento de manutenção a partir de um ano de idade. No entanto, os alimentos de manutenção não são indicados para gatinhos nem para gatas gestantes ou lactantes, que apresentam necessidades nutricionais especiais.

Mesmo quando todos os fatores são iguais, dois gatos com o mesmo tamanho, idade e nível de atividade podem necessitar de diferentes quantidades de alimento porque terem taxas de metabolismo diferentes. O apetite e a ingestão total de alimento do seu gato também varia de dia para dia. A perda de apetite ou rejeição do alimento não são problemas nos gatos adultos, exceto se se prolongarem durante vários dias, ou se o gato revelar sinais de doença. Se isto se verificar, pode ajudar a identificar e tratar o problema levando o gato a ser examinado por um veterinário.

[Fonte: http://www.purinaone.com/pets/all/diet-and-nutrition]

Abrir diagrama

Alimentar o seu gato Maduro (+7 anos)

Alimentar o seu gato Maduro (+7 anos)
Como pode ajudar a proteger a sua saúde?

Pode provocar um impacto significativo no bem-estar do seu gato maduro pelo que decide em relação à sua alimentação (como e que alimento), durante a sua idade mais avançada.

À medida que o seu gato envelhece, por vezes, as suas necessidades nutricionais alteram-se. A alimentação é uma importante forma de o ajudar a manter-se saudável. Pode também ajudá-lo a manter o peso ideal e a vitalidade tendo em consideração os fatores que podem influenciar o tipo e a quantidade de alimento de que o seu gato maduro necessita.

Habitualmente, os gatos maduro apresentam um metabolismo mais lento e, por isso, necessitam de menos nutrientes do que durante o crescimento, a gestação ou a amamentação. Costumam, ainda, ser menos ativos e podem precisar de um alimento com menos calorias. Consequentemente, é importante dar atenção ao controlo de peso em todos os gatos nesta fase da vida. A obesidade é considerada um problema de saúde substancial, afetando cerca de 25% dos gatos em idade avançada. Pode ajudar a prevenir o aumento excessivo de peso e problemas de saúde associados à obesidade, através do ajuste na quantidade de calorias no alimento. Muitos alimentos para gatos em idade avançada são também eficazes no controlo ativo do peso do seu gato e a ajudá-lo a regressar a uma condição corporal ideal.

Tal como o aumento de peso, também a perda progressiva de peso pode constituir um problema para a saúde dos gatos mais velhos. Pode ajudar a manter o seu gato com uma boa condição corporal, monitorizando regularmente as alterações no seu peso. A perda de peso pode indicar problemas de saúde, tais como insuficiência renal, diabetes, tumores ou outras doenças. Se o seu gato parece ter perdido ou estar a perder demasiado peso, consulte o veterinário.

Não se esqueça de que todos os gatos são únicos e que, mesmo se outros fatores forem iguais, dois gatos podem divergir na quantidade de alimento exigida por terem taxas de metabolismo diferentes. Pode ajudar a assegurar que a alimentação do seu gato é a ideal, mantendo-se atento às suas necessidades alimentares individuais.

[Fonte: http://www.purinaone.com/pets/all/diet-and-nutrition]

Abrir diagrama

Alimentar o seu gato que Vive Dentro de Casa

Alimentar o seu gato que Vive Dentro de Casa
Como pode ajudar a melhorar o seu bem-estar em casa?

Muitos gatos têm vidas longas, saudáveis e felizes vivendo exclusivamente no interior de casa. Mas, se o seu gato vive num espaço restrito, habitualmente terá menos oportunidades para se exercitar. Sem um exercício adequado e se a energia que ele obtém do alimento for superior à energia que ele despende, esta situação poderá provocar uma maior dificuldade em manter uma condição corporal ideal.

Pode ajudar o seu gato de interior a combater o excesso de peso e a manter o seu peso ideal, encorajando-o a fazer exercício com sessões regulares de brincadeira, ou através de um alimento especialmente formulado para gatos que vivem dentro de casa. Estes alimentos são habitualmente ricos em proteínas e têm menos gorduras, com ajustes de nutrientes, para ajudar o seu gato de interior a manter-se em boa forma.

Os gatos que vivem dentro de casa parecem também sofrer mais com as bolas de pelo do que os seus companheiros de exterior. Isto pode estar relacionado com uma maior frequência do comportamento de limpeza, ou simplesmente porque os donos se apercebem mais desta situação por eles viverem maioritária ou exclusivamente dentro de casa. Muitos alimentos para gatos de interior estão orientados para as causas da formação de bolas de pelo, ajudando a diminuir o desconforto do seu gato, bem como contribuindo para uma casa livre de bolas de pelo. Muitos destes planos de nutrição incluem fibras adicionadas com prebióticos e probióticos para promover um intestino saudável e ajudar a facilitar o movimento das bolas de pelo através do sistema digestivo. Estes ingredientes adicionados podem também contribuir para a redução do odor da liteira, o que constitui um bónus suplementar para si e para o seu gato!

[Fonte: http://www.purina.co.uk]

Abrir diagrama

Gestão de peso

Gestão de peso
4 formas para ajudar o seu gato a recuperar o peso ideal

Estudos mostram que os gatos com excesso de peso têm uma maior probabilidade de desenvolver problemas de saúde - a incidência de diabetes, em particular, quadruplica. Além disso, os gatos com excesso de peso apresentam maior tendência para coxear, doenças de pele, doenças hepáticas, renais e pancreáticas, risco do trato urinário, obstipação, ou sofrer de osteoartrite e lesões nos ligamentos.

A boa notícia é que pode ajudar o seu gato a recuperar e manter o peso corporal ideal, através de uma abordagem e nutrição corretas. De seguida apresentamos quatro das melhores formas para começar:


1. Nutrição Adequada
Ao escolher o alimento correto com o equilíbrio certo de proteínas, gorduras e fibras, pode ajudar a promover uma perda e controlo de peso saudáveis. Existem alguns programas de nutrição especialmente concebidos para ajudar o seu gato a alcançar esses objetivos. O veterinário pode igualmente ajudá-lo a definir um plano nutricional, que ajude o seu gato a alcançar a condição corporal ideal.

2. Medir cada refeição
Siga as instruções de alimentação no verso das embalagens Purina e pese cuidadosamente. Pode também ajudar a manter o seu gato satisfeito, durante todo o dia, repartindo a sua dose diária de alimento por várias refeições.

3. Restringir as Guloseimas
Se der guloseimas ao seu gato, fale com o veterinário para definir uma dose adequada, como, por exemplo, 10% do valor calórico diário.

[Fonte: http://www.purinaone.com/pets/all]

Abrir diagrama

Compreender os alimentos para gato

Alimentação Completa e Equilibrada

O seu gato necessita de um alimento completo e equilibrado, específico para a fase atual da sua vida. Pode certificar-se de que ele recebe a nutrição correta, escolhendo um alimento para gatos que inclua os níveis adequados de vitaminas, minerais e nutrientes essenciais, tal como definido pela investigação científica.

Os gatos têm requisitos nutricionais específicos, tais como o aminoácido essencial taurina. Um alimento com quantidades insuficientes pode comprometer a visão do seu gato, bem como originar problemas cardíacos. Para os alimentos diários dos gatos, os nutricionistas Purina provaram que um nível de 30% de proteína de elevada qualidade suportará o crescimento e a reprodução em gatos.


Comparação de rótulos

Ao comparar o valor nutricional nos rótulos dos vários alimentos, pode escolher o que melhor contribuirá para a saúde e o bem-estar do seu gato. No entanto, é importante estar atento a algumas questões e restrições.

As diferenças na percentagem de humidade entre os diversos tipos de alimento para gato influenciam a densidade dos produtos e a quantidade de nutrientes por dose. Quanto mais elevado o teor de água do alimento, menor a quantidade de proteínas, gorduras e outros nutrientes essenciais, o que significa que o gato terá de ingerir uma dose maior dos produtos com alto teor de humidade para obter a nutrição necessária.

Esta diferença na humidade e no teor energético também impede uma comparação direta do valor nutricional de dois tipos de produtos. Por exemplo, não é possível comparar o teor de proteínas de 12% de um alimento enlatado para gato com o nível de proteínas de 21% de um alimento seco para gato e concluir que a alimentação seca fornece mais proteína. Contudo, pode fazer uma comparação correta entre o teor de proteínas de 21% de um alimento seco para gato e o teor de proteínas de 30% de outro alimento seco para gato e concluir que o gato obtém mais proteína se comer o produto com o nível mais elevado de proteína. No entanto, salientamos, ainda, que este produto não é necessariamente melhor – isso dependerá da fase e do estilo de vida do gato a quem o alimento é administrado.


Suplementos

Exceto se aconselhado pelo veterinário, não é necessário adicionar vitaminas, minerais ou outros alimentos à alimentação diária do seu gato.

Tipos de Alimento para Gato: Os três principais tipos de alimentos para gato são os produtos secos, semi-húmidos e húmidos. Com a tecnologia de ponta atual, todas as variedades de alimento para gato podem ser formuladas para fornecer uma nutrição completa e equilibrada ao seu gato.

Alimentos secos: Consistem em croquetes estaladiços, que ajudam a reduzir a acumulação de placa e tártaro nos dentes dos gatos. Os alimentos secos também têm a vantagem de permanecer frescos por mais tempo, após a abertura da embalagem, do que os outros dois tipos de alimento para gato.

Alimentos semi-húmidos: Habitualmente oferecem uma maior palatabilidade, quando comparados com alimentos secos. São fáceis de utilizar e armazenar.

Alimentos húmidos: Estes alimentos são habitualmente os que têm a maior palatabilidade, quando comparados com alimentos secos ou semi-húmidos. Quando a embalagem contém várias refeições, o alimento que não for consumido deverá ser guardado no frigorífico.

[Fonte: http://www.purinaone.com]

Alimentar - quando, onde e que quantidade

Alimentar - quando, onde e que quantidade ?

Pode ajudar a melhorar a hora da refeição do seu gato, sabendo como o alimentar: quando, onde e em que quantidade.

Ajude a evitar perturbações na hora da refeição, colocando o seu comedouro e bebedouro longe das zonas de passagem de pessoas, de barulho e da sua caixa de areia, num local confortável e de fácil acesso para ele. Se tem vários gatos em casa, distribua diferentes comedouros por vários locais, para garantir que todos têm acesso igualmente facilitado ao alimento. Coloque um tapete de plástico ou jornal por baixo do comedouro para facilitar a limpeza. Pode ajudar a promover e a manter uma boa hidratação, garantindo que está sempre disponível água limpa e fresca.

Estabeleça uma rotina para que o seu gato coma à mesma hora todos os dias. Se o chamar pelo nome na altura da refeição, ajudará a reforçar a sua identidade, associando o nome dele a uma atividade positiva. Se utiliza um alimento seco para gatos, pode colocar logo de manhã a dose para o dia todo (o que é muito conveniente para os donos que trabalham muitas horas fora de casa) ou disponibilizar metade de manhã e metade à noite. Outra vantagem da alimentação seca é o facto de ajudar a manter os dentes do seu gato limpos e as gengivas saudáveis.

É importante saber a quantidade correta de alimento para garantir que o seu gato recebe todos os nutrientes essenciais, enquanto evita também o aumento desnecessário de peso. Pode ajudar a assegurar que o seu gato se alimenta com a quantidade ótima, medindo sempre as doses. Para um plano nutricional adequado, siga o guia de alimentação na embalagem do alimento.

[Fonte: http://www.purinaone.com]